Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu filho dava um livro...

... e vários filmes!!! Num elenco de luxo, temos como protagonista Salvador, nascido a 28.04.2010, em cenários da vida quotidiana. Registado no nosso dia-a-dia, por isso aconselha-se alguma prudência quando imaginar as cenas descritas: são bem reais..

O meu filho dava um livro...

... e vários filmes!!! Num elenco de luxo, temos como protagonista Salvador, nascido a 28.04.2010, em cenários da vida quotidiana. Registado no nosso dia-a-dia, por isso aconselha-se alguma prudência quando imaginar as cenas descritas: são bem reais..

"Raspagens" de verão

O Salvador adora o verão.

Eu também... Não.

 

Para o Salvador o verão é tudo o que há de bom no mundo:

  • Brincadeira todo o dia;
  • Praia com os amigos da escola (este ano a pneumonia levou a melhor e ele não foi...);
  • Praia com os tios e primos / padrinhos;
  • Festas do pijama todas as noites;
  • Deitar tarde;
  • Levantar tardíssimo;
  • Passar 90 % do tempo em que está acordado em modo bacalhau, isto é, demolhado;
  • Férias com os pais;
  • Passeios a sítios novos e divertidos...

Enfim, é tudo.

 

Para mim é só dores de cabeça:

  • Época de usar bloqueador solar em tudo o que é pele exposta;
  • Época de besuntar o Salvador tipo lombo a ir ao forno porque ele ainda é mais branquela que eu;
  • Suar em bica ainda agora saíste do banho;
  • E... época das "raspagens" ao Salvador.

Leram bem: raspagens.

Não, não tenho qualquer tendência sádica em relação à minha cria (ou ao que quer que seja, só para que conste, OK????).

 

Mas durante estes meses - que nos últimos anos se prolongam entre julho e .... inícios de novembro - eu não dou banho ao Salvador, eu raspo-o. Literalmente. E nem sempre com resultados visíveis.

 

- Ai, Mãe!!!!! 'T'as a fazer?

- A lavar-te.

- Assim, com essa força toda?!?!!?

- Sim.

- Mas assim vais tirar a pele a mim....

- Estou a magoar-te?

- Não.

- Então do que é que te estás a queixar?

- De esfregares eu muito!!!

- Temos pena: se te sujasses menos eu tinha menos para lavar!!!

- Tás a esfregar onde dói!!!

- Desculpa, mas esta mancha não sai!!!!

- É UMA NÓDOA NEGRA!!!!!

 

Perceberam? É isto todos os verões.

O surro é tanto: as marcas do pó misturadas com o suor, um cabelo que parece que acabou de chegar da apanha da batata, os pés mais negros que o próprio calçado.... Este miúdo atrai tanto surro no verão como a parte de baixo da minha cama atrai cotão no inverno.

 

Eu esfrego, esfrego, esfrego e ele continua sempre a parecer-me encardido, tipo as t-shirts brancas depois de um dia de praia, cheias de manchas dos protectores solares...

 

É uma confusão de manchas naqueles caniços a que chamamos pernas, que eu nem sei distinguir o que está sujo do que são nódoas negras... ou encardido, como que calejado de andar de joelhos. A sério: quem olhar para o meu filho, parece que o internei num convento onde passa os dias todos a rezar em cima de pedra... 

 

E depois são as birras dos calções, do calçado, das t-shirts preferidas, do «Não quero casaco!!!» e assim que sai à rua «TENHO FRIO!!!»...

 

No inverno, sempre os vestimos tipo cebola, camada sobre camada. E quando, ao final do dia, os "pelamos", a parte final está sempre imaculada.

Agora o verão....

 

Cada vez que o vou buscar à escola, só me apetece fugir.

Parece um carvoeiro preguiçoso, daqueles que até de olhar se nota que se sujou só para fingir que trabalha...

 

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.