Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu filho dava um livro...

... e vários filmes!!! Num elenco de luxo, temos como protagonista Salvador, nascido a 28.04.2010, em cenários da vida quotidiana. Registado no nosso dia-a-dia, por isso aconselha-se alguma prudência quando imaginar as cenas descritas: são bem reais..

O meu filho dava um livro...

... e vários filmes!!! Num elenco de luxo, temos como protagonista Salvador, nascido a 28.04.2010, em cenários da vida quotidiana. Registado no nosso dia-a-dia, por isso aconselha-se alguma prudência quando imaginar as cenas descritas: são bem reais..

Complexo de Édipo

Ontem voltou à carga.

 

Já nem sei bem qual era o tema da conversa, até porque estávamos os dois frente ao meu computador a olhar para os jogos dele.

Por muito que me esforce, não consigo contextualizar, mas segue desde a parte em que me começou a «afetar»:

 

- O que eu gostava mesmo era de estar no lugar do Pai.

- Então vai lá e senta-te no lugar dele.

- Não, Mãe - replica naquele tom de «não percebeste mesmo nada» - Eu queria era ser teu namorado.

- Mas o Pai não é só meu namorado; nós somos casados, ele é meu namorado e marido.

- Mas o Pai podia ser o Marido e eu o namorado.

- Pois sim, esquece lá isso.

 

Confesso que estas conversas me incomodam.

Não sei lidar com este Complexo de Édipo, que demonstra que o meu filho está a ganhar uma identidade sexual.

Bem sei que é normal da idade, mas incomoda-me estar sempre de volta de mim e com estas conversas, o que é que querem...

 

À noite, deitou-se comigo e com o Pai; Eu resolvi fingir que já estava a dormir, a ver se ele sossegava e se o ia pôr na cama dele.

- Pai, posso ser namorado da Mãe?

- Para quê, Filho? A Mãe não precisa, já tem o Pai.

- Precisa sim!!! - afirma peremptório

- Precisa para quê? - insiste o Pai.

- Hã... Hum.... - hesita, para de repente disparar: - Porque só um é pouco. E só um fica com o trabalho todo: fazer o jantar e essas coisas.

- Não precisa nada!

- Precisa sim, a Mãe precisa de mais um namorado!!!

- Um qualquer - pergunta o Pai - Pode ser um qualquer??

- NÃO!!! Só eu!!!

 

Freud, anda cá abaixo ajudar-me nesta....

2 comentários

Comentar post